fbpx

Quarentena: é possível empreender agora?

quarentena
Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

Com a mudança de rotina a partir da quarentena, se altera, também, o hábito de consumo e isso tem impacto direto no funcionamento de pequenas, médias e grandes empresas

Desde que o novo coronavírus (Covid-19) foi classificado como uma pandemia, o mundo mudou. O comércio foi fechado, as escolas e universidades também, as ruas ficaram vazias e a quarentena passou a ser palavra de ordem. O distanciamento social foi recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) por ser uma das atitudes mais eficazes para evitar a proliferação do vírus, tendo em vista que, até o momento, não há remédio nem vacina capaz de detê-lo. 

De acordo com o Ministério da Saúde, “os coronavírus fazem parte de uma grande família de vírus que pode causar desde resfriados comuns até doenças respiratórias mais graves. O novo coronavírus descoberto em dezembro de 2019 na China (SARS-CoV-2) é o agente causador da doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19)”.

O Ministério aponta que os sintomas mais comuns da doença são febre, tosse e dificuldade para respirar. Outras pessoas também podem apresentar cansaço, dores no corpo, mal estar em geral, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta ou dores no peito.

Ainda de acordo com o Ministério, os casos sintomáticos em sua maioria são considerados leves e geralmente a pessoa infectada consegue se recuperar bem da doença. No entanto, aproximadamente 1 a cada 6 pessoas doentes pode apresentar a forma grave da doença, aponta o Ministério da Saúde. Mas como se prevenir do coronavírus? 

Além de, se possível, permanecer em quarentena, é importante, também, incluir na sua rotina o hábito de lavar as mãos regularmente com água e sabão – a lavagem tem tem que acontecer até a metade do pulso, esfregando também a parte interna das unhas. Quando não puder lavar as mãos, utilize álcool em gel 70% para a higienização. Com esses hábitos, é possível eliminar os vírus que possam estar em suas mãos.

Também é importante manter o distanciamento social e evitar aglomerações. O Ministério da Saúde recomenda que deve ser mantido pelo menos 2 metros de distância entre você e uma pessoa que esteja tossindo ou espirrando. Dessa forma, as chances de respirar as gotículas respiratórias que contenham o vírus são diminuídas.

Outra atitude importante é a de evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. O Ministério da Saúde também orienta que os ambientes sejam mantidos com o máximo de ventilação e que as pessoas evitem compartilhar objetos de uso pessoal. Uma alternativa apontada pelo Ministério é a de separar talheres, pratos, copos ou garrafas, por exemplo.

Por fim, o Ministério da Saúde orienta que a população pratique o que eles chamam de ‘Etiqueta Respiratória’. “Isso significa que sempre que for espirrar ou tossir, você cubra a boca e o nariz com o antebraço ou com um lenço descartável. Em seguida, descarte o lenço usado imediatamente. Dessa forma você protege as pessoas ao seu redor contra gripes, resfriados e COVID-19”, explica.

Ainda que você siga todas as recomendações para evitar a proliferação do coronavírus, em um momento de quarentena e isolamento social por conta de uma pandemia é natural que alguns sentimentos sejam aflorados. Medo, angústia, incerteza, solidão, raiva e ansiedade são algumas das sensações mais comuns nesse período. Muitas pessoas também acabam tendo dificuldade para dormir ou se concentrar.

Manter o equilíbrio emocional durante esse período desafiador é muito difícil. Por isso, é importante priorizar o cuidado não apenas com a saúde física, mas também com a saúde mental. Atenta a tudo isso, a Organização Mundial da Saúde publicou um guia com alguns cuidados que a população pode tomar para cuidar da saúde mental durante esse período de pandemia. 

Abaixo, traremos algumas das principais recomendações da OMS para quem está em quarentena e isolamento social. Neste link, que está em inglês, você pode ter acesso ao guia completo.

Recomendações da OMS para proteger a saúde mental durante a pandemia

🔹 Leia menos notícias – a OMS recomenda que a quantidade de notícias que você lê, ouve ou assiste sobre o COVID-19 seja diminuída, tendo em vista que isso pode te deixar ansioso ou angustiado. A orientação é procurar informações somente de fontes confiáveis e que te façam dar passos práticos para preparar seus planos e deixar você e a sua família protegidos. Portanto, é recomendado procurar atualizações de informações em horários específicos durante uma ou duas vezes ao dia.

🔹  Fuja das fake news – obtenha os fatos, não rumores e desinformação. Para isso, busque essas notícias no site da Organização Mundial da Saúde e das autoridades locais para que você consiga diferenciar entre o que é boato e o que é fato. Os fatos ajudam a minimizar o medo.

🔹 Proteja-se e seja solidário com os outros – ajudar outras pessoas em um momento de necessidade pode beneficiar tanto quem está recebendo quanto quem está ajudando. Por exemplo, verifique por telefone os vizinhos ou pessoas da sua comunidade que possam precisar de assistência extra. “Trabalhar juntos como uma comunidade pode ajudar a criar solidariedade e a enfrentar o COVID-19 em união”, afirma a OMS.

🔹 Espalhe boas notícias – crie oportunidades para amplificar histórias positivas e esperançosas de pessoas locais que tiveram o COVID-19. Por exemplo, você pode ir atrás de histórias de pessoas que se recuperaram ou que apoiaram um ente querido e estão dispostas a compartilhar sua experiência.

🔹 Não se afaste das pessoas – embora esteja em quarentena, é importante que você permaneça em contato e mantenha sua rede de amigos e conhecidos. Você pode permanecer conectado por telefone, e-mail, redes sociais ou videoconferência. 

🔹 Tenha uma rotina – também é importante que você tente ao máximo possível manter sua rotina ou crie novas se as circunstâncias mudarem. 

🔹 Cuide de si – durante períodos de estresse, preste atenção às suas próprias necessidades e sentimentos. Envolva-se em atividades saudáveis que você goste e ache relaxante. Faça exercícios regularmente, mantenha rotinas regulares de sono e coma alimentos saudáveis. Mantenha tudo em perspectiva. E lembre-se: os agentes de saúde pública e especialistas em todos os países estão trabalhando no surto para garantir a disponibilidade dos melhores cuidados às pessoas afetadas.

Para além da saúde mental, não há como negar que a pandemia do coronavírus atinge, também, a economia mundial. Com a mudança de hábitos a partir da quarentena, se altera, também, o hábito de consumo e isso tem impacto direto no funcionamento de pequenas, médias e grandes empresas.  

“A economia mundial, incluindo a brasileira, passa por momento de elevado grau de incerteza em decorrência da pandemia de coronavírus, que está provocando desaceleração significativa da atividade econômica, queda nos preços das commodities e aumento da volatilidade nos preços de ativos financeiros”, afirmou o Banco Central em seu Relatório de Inflação de março de 2020. 

Se você estava com a ideia de investir em franquias, é natural que, diante do cenário econômico desanimador, agora você tenha dúvida se esse é o momento ideal para prosseguir no investimento. Para te ajudar a sanar essa insegurança, em seu canal no Youtube, Raphael Mattos, empreendedor, empresário e CEO da PremiaPão, listou os principais motivos pelos quais você deve, sim, investir em franquias neste momento. Vamos a eles.

6 motivos para dar seguimento ao investimento em franquias

1- Timing ideal

A partir do momento que você investe e paga pela taxa de franquia, o tempo médio para você abrir a sua unidade é de 60 a 90 dias. Então, se você vai abrir um ponto físico, é esse o tempo que você vai gastar. O período é suficiente para que toda essa quarentena esteja completamente acabada e que o mercado esteja se reaquecendo. 

Caso você esteja procurando uma franquia home based, esse tempo encurta para uma média de 15 a 30 dias – mas esse tipo de franquia geralmente está, nesse momento, recebendo isenção dos royalties. Por isso, você fica com um negócio muito leve nas mãos, podendo adiantar seu treinamento, planejamento do seu negócio, etc. Quando tudo isso passar, você estará preparado para fazer o seu negócio funcionar.

2- Mercado

Quando você entra no mercado nesse cenário, você entra com muito mais fôlego, mais caixa e capital de giro do que as empresas que já estavam atuando, tendo em vista que boa parte dessas está com dívidas acumuladas por conta da situação atual de paralisação do comércio. 

Outra questão é que as mídias vão estar mais baratas no momento da retomada, já que poucas empresas vão querer investir nessa área porque vão estar preocupadas em usar o dinheiro para amenizar as dívidas.

3- Localização

De acordo com uma estatística divulgada pelo Sebrae, o primeiro fator para os negócios fecharem é a escolha da localização do ponto. Nesse momento, você vai conseguir boas negociações com proprietários de salas, imóveis, shoppings, galerias, porque nesse momento eles estão precisando de novos inquilinos.

A vantagem é que a negociação que você fechar hoje vai perdurar durante anos no contrato. Então, esse é o momento ideal para escolher o seu ponto. Outra questão é que diversos imóveis vão estar com boas negociações abertas para carência. Então, se você fechar hoje com um negócio ele vai te dar diversos meses de carência.

4- Consumidor

Quando esse período de quarentena acabar, diversas pessoas vão voltar às ruas, ao trabalho, às aulas e o mercado vai começar a reaquecer. Há diversos segmentos de mercado que vão estar mais propícios a ter uma reaceleração – como beleza, saúde e bem-estar.

5- Dinheiro

O governo já liberou diversas medidas que vão derrubar taxas de juros de empréstimos, financiamentos, além de prolongar financiamentos imobiliários, de veículos. Neste momento, o dinheiro está mais fácil para você adquirir.

E mesmo que você já tenha dinheiro disponível para investir no seu negócio, talvez seja mais inteligente você adquirir um empréstimo a uma taxa de juros muito baixa e colocar sua verba disponível para aplicação ou colocar como capital de giro para o seu negócio. Esse é um ótimo momento para você adquirir dinheiro barato no mercado.

6- Pessoas

Nesse momento, muitas pessoas vão estar desempregadas, inclusive muitas pessoas qualificadas. Então, quando você for fazer o recrutamento das pessoas-chaves do seu negócio você vai ter muita gente boa disponível no mercado e que antes não estariam à disposição. Além disso, quando você for contratar serviços para sua obra, de certa forma você também vai conseguir mão de obra mais barata. 

Mas atenção, não queira recrutar ninguém nesse exato momento. Você só vai fazer o recrutamento quando você estiver contratado a franquia, aberto a sua firma, passado pelo treinamento. Após a sua capacitação e o seu ponto definido, você busca as pessoas.

As informações acima estão mais detalhadas no vídeo que Raphael Mattos fez. Clique abaixo e confira.

4 franquias baratas que estão bombando

Se você não está conseguindo enxergar uma oportunidade de negócio no atual cenário em que estamos vivendo, nós vamos te ajudar. Separamos uma lista com quatro opções de negócios prontos, validados no sistema de negócio de franquias, que são baratos e estão bombando neste momento.

1- Rapidão App

Grandes aplicativos de delivery estão com uma enorme demanda no cenário atual. São diversos restaurantes tentando se cadastrar ao mesmo tempo. Além disso, muitos desses apps não chegaram a pequenas cidades. Na contramão disso, há o Rapidão App

Ele foi formatado no modelo de franquias onde você pode ser o franqueado da sua cidade e operar esse aplicativo, fazendo o cadastro de estabelecimentos e divulgando para os consumidores finais puderem utilizar o aplicativo.

O aplicativo também tem outra vantagem de não agregar apenas restaurantes, mas também farmácias, distribuidoras de água, gás e outros tipos de negócio. Nos últimos dias, a Rapidão App teve um aumento de cinco vezes mais candidatos de franquias interessados em investir no negócio. 

Enquanto o retorno de negócio antes da atual crise era de 5 a 10 meses, agora esse tempo chega a 1 mês. O investimento no Rapidão App é de R$4.900 – o valor inclui a taxa de franquia. Fora isso, você vai precisar bancar investimentos em anúncio para atrair a sua base de clientes para baixar o aplicativo e fazer os pedidos. O trabalho no app é home based, ou seja, você não precisa sair de casa. 

O custo de manutenção do negócio também é muito baixo. Além disso, você terá exclusividade no seu território e uma altíssima lucratividade que você vai receber a partir do percentual das vendas que o seu aplicativo rodar e das taxas que os estabelecimentos vão pagar. 

2- Vazoli

A Vazoli é uma franquia especializada em conceder financiamentos e créditos pessoais. Para esse tipo de seguimento, existem duas linhas que aumentaram muito a demanda e vão continuar aumentando: crédito pessoal e crédito consignado para aposentados e pensionistas. Isso tudo porque o governo divulgou medidas que diminuem as taxas de juros desses serviços.

Enquanto antes a taxa de juros teto era de 2.08%, agora caiu para 1.80%. Antes, todo mundo tomava financiamento para 72 meses, agora pode refinanciar para 84 meses. Todo esse contexto fez com que a procura pela franquia Vazoli aumentasse e, nesse cenário, os franqueados estão ganhando muito dinheiro, porque eles trabalham com o produto que todo mundo quer: dinheiro. Nesse momento, muita gente vai ficar sem capital para pagar as contas e vai precisar adquirir um empréstimo. Essa demanda toda por crédito pessoal está só começando. 

O mais interessante é que, antes de todo esse cenário, para investir na Vazoli você precisava abrir uma unidade física. Mas agora, a empresa adaptou o seu modelo de negócio para que os franqueados continuem operando de casa, vendendo o serviço digital. Hoje, o novo franqueado que entrar na Vazoli vai poder fazer o treinamento virtual, a certificação digital e começar a vender digitalmente antes de abrir uma unidade. 

Quando tudo isso passar, será necessário que você busque um ponto para implantar uma unidade física. O investimento na franquia Vazoli é a partir de R$25.000 e está enquadrado para cidades de até 50 mil habitantes. Além desse valor, você vai precisar investir mais R$20.000 para montar uma unidade da empresa quando tudo isso passar.

3- Jan Pro

O foco dessa franquia é a limpeza para saúde. Nos últimos dias, grandes empresas, farmácias, hospitais, indústrias, lojas, estão querendo contratar esse tipo de serviço para desinfetar o ambiente de trabalho, para que consigam trabalhar da forma mais segura possível. Existem poucos equipamentos disponíveis no Brasil que conseguem fazer essa desinfecção 100%. 

Esse tipo de desinfecção é chamada de eletrostática – ela consegue eliminar 100% as bactérias, vírus e impurezas do ambiente. Recentemente, a Jan Pro foi assunto em uma reportagem de televisão que mostrava o aumento da demanda da empresa – o salto em uma semana, foi equivalente a toda a demanda do ano passado. Há franqueado que está tirando o retorno de investimento em apenas um dia. 

Para você virar um franqueado da Jan Pro, é necessário investir R$20.000 – o trabalho pode ser home based. Toda a demanda de cliente será enviada pelo próprio franqueador – ele centraliza toda a gestão de clientes e passa a demanda para você. 

4- Revolução Digital

Nesse momento, quem não estava inserido no ambiente online está buscando formas de se mostrar, de se comunicar com o seu cliente através das redes sociais, de campanhas, de anúncios, etc. Tudo isso está gerando demanda para agências de marketing digital. 

A Revolução Digital é um negócio que forma agências digitais para trabalhar de forma muito enxuta, atendendo clientes finais, pequenas e médias empresas para trabalhar com marketing digital. 

Atualmente, há mais de 40 empreendedores que trabalham no modelo de negócio muito parecido com o de uma franquia, já que a empresa entrega um modelo pronto com passo a passo de treinamento, suporte, modelo de contrato, apresentação de franquia, além da marca e do site. 

O investimento para ter esse pacote e também mentorias com os fundadores durante 12 meses é de R$7.000 e sem cobrança de royalties.

Agora que você que o período da quarentena pode ser usado para investir no seu sonho de ser dono de uma franquia, que tal conhecer as 15 melhores franquias de baixo custo para investir em 2020? Neste link do blog da PremiaPão nós detalhamos a lista para você.