fbpx

Cases de sucesso: publicidade em sacos de pão

cases de sucesso

Segmentação do público, geolocalização e alcance fazem a PremiaPão, maior franquia de publicidade em saquinhos de pão do Brasil, reunir vários cases de sucesso

Cases de sucesso apontam que a  primeira coisa que uma empreendedora pensa antes de tirar o sonho de ser sua própria chefe do papel é qual serviço será entregue ou produto disponibilizado para o seu cliente. Em seguida, começa a ser planejado a viabilização e concretização do negócio, com a formação dos principais setores da empresa, como administrativo, financeiro e comercial.

Contudo, existe uma área da companhia que, às vezes, é negligenciada ou até mesmo esquecida na criação da marca. Trata-se do marketing. Justamente o setor que tem o poder de aumentar as vendas e impulsionar o valor da empresa no mercado. 

No entanto, muitas vezes o setor de marketing não é tão prestigiado na empresa.  É, por exemplo, um dos primeiros a receberem cortes em uma situação de crise financeira. 

O marketing é fundamental

Segundo Kotler, pesquisador americano que é uma das maiores referência sobre o tema: “O marketing deve funcionar como uma força de papel decisivo para o sucesso de um negócio”. Por isso, o que a maioria das marcas que se tornaram cases de sucesso têm em comum são a importância, o tempo e o dinheiro investidos no marketing publicitário. 

Diante desses pontos, reflita um pouco: você sabe quais as funções desempenhadas por esse departamento em uma corporação? Antes de qualquer coisa, o marketing é responsável por fazer pesquisas de mercado para trazer dados que respaldam a importância e necessidade que precisa ser suprida por esse produto ou serviço, além de responder perguntas cruciais para a vitalidade do negócio no meio de atuação.  

O setor também traça a missão, estratégias práticas com foco no objetivo da marca para obter resultados, compara números alcançados com os dos concorrentes, alinha e cria a comunicação externa, que a marca emite para o público, e interna, que é utilizada dentro da organização com colaboradores e possíveis funcionários. 

Outra função imprescindível do segmento é a publicidade, que pode ser explorada em diferentes mídias. São elas, impressa e digital, também conhecidas como on e off. A primeira a surgir foi a impressa com folders, panfletos, cartões de visita e outdoors. Com a difusão e maior alcance da internet, o meio digital conquistou um espaço significativo no momento de divulgação das marcas.

No entanto, um erro comum, após compreender que é necessário disponibilizar uma parte do capital de giro para a publicidade, é achar que deve escolher apenas um meio de divulgação. E, na maioria das vezes, o preferido é o online.

Mídias para publicidade

Porém, uma pesquisa realizada pela InfoTrends, instituição que analisa ações e tendências do mercado publicitário, mostrou que as empresas destinam uma fatia importante do seu orçamento para mídia impressa, aproximadamente 29%. Ou seja, elas obtêm retornos positivos e consideráveis com esse tipo de propaganda. Logo, a receita dos cases de sucesso é utilizar recursos também impressos.

Neste momento, você pode estar imaginando os espaços físicos que são possivelmente explorado pelo segmento impresso, como publicidade em jornais, revistas, folder, panfletos, outdoors, que são considerados tradicionais por serem utilizados há bastante tempo no mercado e costumam ter um valor cobrado para propaganda mais alto. Contudo, não é porque todos esses exemplos são impressos que qualquer um deles é uma boa opção de meio a ser explorado para atingir o seu público-alvo. 

Para alguns públicos, como os millennials, por exemplo, que são as pessoas nascidas entre os anos de 1979 e 1995, algumas mídias como o jornal impresso não é tão eficaz. Porque grande parte deste público, que já representa, de acordo com estudo realizado pelo Itaú BBA, 50% da nossa população, não consome conteúdo dessa forma. 

Hábitos do público

Uma pergunta simples para testar alguns hábitos do seu consumidor é: “quem que você conhece, entre as pessoas do seu público-alvo, consome essa mídia? Por exemplo, elas leem jornal impresso?”.  É claro que, que para ter certeza disso em relação ao seu cliente final, uma pesquisa de mercado é fundamental.  E questionamentos como esses podem guiar você no processo.

Mídia impressa x Sustentabilidade

Outro ponto importante a ser considerado é que um ponto que tem chamado atenção para as mídias impressas: é descobrir se ela é sustentável. Muitas não são. E os consumidores têm se preocupado com atitudes sustentáveis e optado por marcas que tenham maior consciência e que também façam a sua parte.

Foi pensando justamente em diminuir a poluição que algumas cidades como São Paulo, proibiu alguns desses meios de divulgação citados anteriormente. Hoje, no município, as empresas não podem veicular campanhas de propaganda em outdoors, nem fazer panfletagem. Os motivos: ambos são nocivos para população e não sustentáveis, por poluírem quase que diariamente a cidade. 

Os populares outdoors foram bastante utilizados por marcas de publicidade, mesmo não sendo baratos. E foram banidos do município em setembro de 2016, após as autoridades públicas concluírem que eles poluíam fisicamente e visualmente a região. E foi apenas, recentemente, em janeiro de 2020, que os panfletos foram impedidos pelos mesmos motivos. 

Depois dessas restrições, um questionamento comum que surgiu foi: E, agora? Como atingir meu público sem esses dois espaços? A resposta está em abrir o olhar para usufruir de uma solução criativa, eficaz e segura para explorar o mercado impresso. 

Nova forma de publicidade impressa

Por isso, um estilo de publicidade tem ganhado ainda mais força e tornou-se relevante entre os cases de sucesso. Um dos principais diferenciais é que ela entra na casa das pessoas e consegue estar presente em dois momentos importantes do dia a dia das famílias, o café da manhã e jantar. 

Trata-se de voltar as atenções para um item que foi substituído com o passar do tempo pelas sacolas plásticas, mas que agora está sendo recuperado por várias padarias e estabelecimentos, tornando-se um case de sucesso. Trata-se dos saquinhos de papel para pão com publicidade.. Lembra daquela pergunta se o seu público final consome a mídia que você vai divulgar? Então, ele compra ou consome pão? Provavelmente, a resposta é sim. Já que o alimento é um queridinho entre os brasileiros.  

Como funciona? 

Pensando nisso, o tradicional saquinho de padaria branco ganhou vida com a PremiaPão, franquia de mídia publicitária em sacos de pão, considerada uma das maiores do país. Agora, os empreendedores locais podem fazer a propaganda dos seus negócios com uma mídia diferente, criativa, eficaz e sustentável, como os saquinhos de pão. Com bom alcance e resultados obtidos, justamente porque estão ambientados na casa do consumidor. 

A PremiaPão

A marca acredita que para uma mídia ser efetiva ela precisa estabelecer uma ligação com seu público- alvo. É o que explica o CEO, Raphael Mattos “Os sacos de pão conseguem essa ligação explorando a segmentação por geolocalzação. São definidos os bairros, as padarias que veicularão, o poder de consumo das pessoas da região e o número de tiragem”. Essas informações são fundamentais para assertividade e efetividade da campanha com o público e evitam erros graves, como por exemplo, divulgar o hotel de uma cidade entre os seus próprios habitantes. Afinal, as pessoas que moram ali não têm a necessidade de se hospedar em um local que existe no seu bairro.

E, agora, você pode está se perguntando: “Quais segmentos de empresas investem nesse tipo de propaganda?“ Esse modelo de mídia pode ser explorado por marcas que atuam em diversas áreas e são exemplos de cases de sucesso, como loja de turismo, lanchonete, restaurante, farmácia, empresas de treinamentos, aplicativos, prefeitura, academias, concessionárias, supermercados, lojas de variedades, salão de beleza, barbearia, pet shop e muitas outras. 

Após analisar esses pontos, você pode pensar que esses saquinhos de pão podem custar caro para as padarias e que, por isso, elas podem escolher não utilizá-los. Mas a resposta é não. A publicidade em sacos de pão é considerada a mídia impressa mais barata do Brasil. E eles são distribuídos gratuitamente para os estabelecimentos parceiros, aumentando ainda mais o alcance atingido por essa mídia personalizada. Uma tiragem (produção equivalente a 30 mil sacos), geram uma média de 120 mil visualizações. Ou seja, um case de sucesso publicidade com alto impacto e baixo investimento em todo o país.

Além disso, para provar que o recurso tem o melhor custo-benefício podemos compará-lo à outras mídias, como o panfleto; que ainda é legalizado em algumas cidades do país, mas que gera custos adicionais. Entre eles, a contratação mesmo que temporária de prestação de serviço de um design, papel específico, impressão na gráfica e pagar alguém para entregar na região escolhida.

Isso se você não precisar contratar uma empresa de mídia para fazer essa entrega final. E, mesmo pagando todos esses custos, existe a possibilidade de não atingir no mínimo o número da tiragem de panfletos. Se levarmos em consideração que a pessoa destinada a entregá-los pode acidentalmente entregar mais de uma unidade por pessoa.

Outro problema desse tipo de propaganda é que ela acaba não sendo muito assertiva e estratégica, já que não existe a segmentação do público de acordo com poder monetário, região e hábitos de consumo. Além de poluir bastante as cidades – uma vez que aliado há maus hábitos, como jogar lixo na rua, esse panfleto pode parar em canaletas e causar no futuro alagamentos e enchentes na região, trazendo riscos graves para a população.  Para saber mais sobre a PremiaPão, clique aqui.

Sustentabilidade

Uma empresa, além de satisfazer o seu público-alvo, precisa ter consciência do todo e das causas que defende. Segundo a Escola de Propaganda e Marketing e o Instituto Ayrton Senna, 77% dos consumidores (Link da matéria para incorporar: defendem que as empresas devem contribuir para a sociedade mais do que fizeram no passado. Por entender, que as consequências ambientais são eminentes e atingem a vida de toda a população e das futuras gerações.

Por isso, a PremiaPão não utiliza sacolas plásticas, que podem demorar até quatro séculos para se decompor. E, sim, saquinhos de pão sustentáveis e biodegradáveis, que são feitos com papel certificado pelo FSC (Conselho de Manejo Florestal), respeitando os mais rigorosos padrões de qualidade. 

Esse material consegue ser decomposto pela ação de agentes biológicos, como microorganismos e bactérias. E a impressão dos sacos é realizada com tinta atóxica, substância à base de água que não causa danos à saúde das pessoas que têm contato com a embalagem. Além disso, a marca já plantou 800 árvores através da ONG Iniciativa Verde. 

Marketing promocional

A PremiaPão também investe em marketing promocional para proporcionar uma boa experiência, atingir novos públicos, engajar, aumentar o consumo em relação a marca dos seus franqueados e fidelizar os consumidores finais. O que a torna na única mídia impressa que premia o seu cliente. 

Para isso, duas principais estratégias são adotadas. A primeira é através de sorteios nacionais com códigos promocionais impressos no próprio saco de pão, que podem ser cadastrados no site da franquia ou no aplicativo PremiApp. Dessa forma, os consumidores de pão têm a possibilidade de ganhar um grande prêmio. 

Essa estratégia é custeado pela empresa. Ao todo, a PremiaPão já pagou R$ 214.906 mil em sorteio de prêmios. Entre eles, o grande prêmio de um carro 0Km. Dá o play e confere a emoção do ganhador.

A segunda estratégia é que as empresas que optarem por anunciar estampando sua campanha nos saquinhos de pão podem colocar cupons de sorteio ou desconto para o seu cliente. Por exemplo, o aplicativo Rappi, investiu com a PremiaPão e na sua propaganda colocou uma porcentagem de desconto no app. O cupom fez sucesso e foi bastante utilizado por os novos clientes e também pelas pessoas que já utilizavam a plataforma, fidelizando esse público. 

Essas ações promocionais chamam muita atenção dos consumidores. Por esse e outros aspectos que a PremiaPão é um dos cases de sucesso do mercado de marketing. Através da publicidade em saquinhos de pão vários empreendimentos conseguiram aumentar as vendas e o reconhecimento da marca. Confira alguns exemplos de cases de sucesso de empresas que anunciaram com a PremiaPão.

Rappi

A Rappi é uma empresa de alcance e reconhecimento nacional que conseguiu aumentar ainda mais suas vendas, fidelizar clientes e atrair novos anunciando com a PremiaPão. 

A marca que se tornou um case de sucesso marketing queria com a campanha comunicar, atrair novos consumidores e fortalecer na mente das pessoas que através do aplicativo Rappi, o consumidor pode ter acesso a diversos produtos que são entregues no endereço que ele escolher. Além disso, queriam chamar atenção para a novidade da organização, a possibilidade da compra de cash na plataforma. Por isso, também fez parte da campanha por escolha do cliente um código promocional de desconto no app que eles colocaram nos saquinhos.

A PremiaPão e a sua mídia em saquinhos de pão foram escolhidos pela Rappi por conseguir atingir um público segmentado, principalmente selecionado através de recursos que permitem ter acesso a geolocalização e poder monetário. Além de atingi-los, em um horário em que as famílias estão reunidas, no café da manhã e jantar. Como resultado, a marca teve um aumento no cadastro de novos clientes e um número considerável de pessoas que utilizaram o código promocional. Além disso, a empresa teve vários feedebacks de clientes que reconheceram a marca nas suas casas. 

Por isso, o Growth Leader Rappi no Nordeste, Victor Marques, comenta a ação, em vídeo postado no canal da PremiaPão: “A PremiaPão atinge diversas pessoas, em um horário diferente e na sua própria casa. Acredito que o principal diferencial é que sua marca está ali sendo lembrada o tempo todo. E a gente vê a quantidade de números no final como resultado. Eu indicaria bastante esse tipo de publicidade e já estou indicando”.

Labocliv Laboratório e Centro Médico

Outra marca que obteve resultados muito positivos depois de anunciar com a PremiaPão foi a Labocliv Laboratório e Centro Médico. A empresa, que nasceu no ano de 1999 com apenas uma unidade, no município de Laje, na Bahia, conta hoje com 20 filiais. E o que foi fundamental para anunciar nessa mídia impressa foi a criatividade de transformar o saco de pão em um veículo publicitário, além dos resultados alcançados.

Por isso, Tatiana Schleu, CFO do Labocliv, comenta, para o canal da PremiaPão no Youtube, sobre a parceria de sucesso: “A gente viu que surtiu efeito nos nossos resultados. Além de que faz toda a diferença a seriedade da marca, cumprimento dos prazos e a qualidade de impressão na mídia. Está sendo bem benéfica para a empresa atingir um público muito maior“.

Faculdade Claretiano

A Faculdade Claretiano tem mais de 45 anos no segmento de educação e conseguiu expandir sua visibilidade anunciando com a PremiaPão. A marca, que oferece mais de 50 cursos de graduação, já tinha anunciado antes nos saquinhos de pão e obtido bons resultados. Por isso, quando a filial da Instituição em Recife precisou investir em uma mídia a sede logo recomendou a PremiaPão como case de sucesso empresa

Logo após a indicação, o Supervisor da Instituição na capital pernambucana, Bruno Marques pesquisou como o anúncio ajudaria no objetivo deles de reverterem leads: “Vi o quanto o projeto da PremiaPão era bom e o quanto ele poderia ajudar a captar novos clientes. A nossa sede já tinha anunciado com a PremiaPão e atingido bons resultados. Por isso, resolvemos recorrer mais uma vez a marca. O conjunto das ações com as informações e a promoção foi muito bom“. 

Esses são alguns dos muitos cases de sucesso da PremiaPão. Agora, se você quer ler mais sobre como funciona a propaganda em sacos de pão, separamos uma matéria do nosso blog que informa todos os detalhes.