fbpx
como ganhar dinheiro
como ganhar dinheiro
Empreendedorismo

Como ganhar dinheiro de forma mais rápida e eficaz

Existem diversas formas de “como ganhar dinheiro”, desde pequenas mudanças de rotina para aumentar a renda até criar seu próprio negócio

Você se sente cansada, desmotivada e insatisfeita com o seu salário no final do mês? Se sim, uma das suas perguntas deve ser “como ganhar dinheiro“? Existem diversas formas de ganhar mais dinheiro, desde pequenas mudanças de rotinas para aumentar a renda extra até investir em algo que vire seu próprio negócio. Nas próximas linhas têm dicas importantes para ganhar dinheiro de forma rápida e eficaz. 

Ganhe dinheiro fora do trabalho 

Existem formas simples de ganhar dinheiro que você pode incluir na sua rotina e que já vão dar aquela aumentada na renda do final do mês. Listamos 9 formas de você ganhar dinheiro fora do trabalho que vão te proporcionar  um gás extra.

1 – Desapegue

Sabe aquela roupa que você não usa mais, aquele livro que leu e não pretende consultar de novo ou até aquele eletrodoméstico que você comprou na empolgação, mas que no dia a dia mal usa? Então, esses itens podem ganhar novos donos e você ganhar dinheiro online e ainda ter uma atitude sustentável, promovendo o reúso. Dá uma olhada na sua casa e faz uma lista “do que vender para ganhar dinheiro“. Existem diversos sites na internet onde você pode colocar os itens a venda, entre eles: OLX e Mercado Livre

Na OLX, por exemplo, você faz seu cadastro e o anúncio do produto ou serviço, ambos gratuitamente. E o valor obtido com a venda do produto é 100% seu. Não paga nenhuma taxa, mas você só pode criar 5 anúncios ao mesmo tempo. As primeiras horas que o seu anúncio estiver no site são cruciais para a venda. Então, se não vender em até 24h, talvez seja interessante rever a foto e o texto, para fazer um novo anúncio.

Além disso, para garantir a venda de forma mais rápida, outra dica é caprichar na foto, a luz do dia pode fazer toda diferença na hora do clique. Já o Mercado Livre tem a opção de um anúncio gratuito que pode ficar no ar por até 60 dias e têm opções de anúncios pagos para quem quer anunciar mais de um produto por mês, e cobra taxa se o consumidor quiser parcelar. Ou seja, em ambos os casos, também existe a opção de fazer um anúncio pago para alcançar mais pessoas e de filtrar um público segmentado. Mas você precisa avaliar e fazer a conta de quanto vai gastar com o anúncio e se vai recuperar e obter lucratividade com a venda do item. 

2 – Transporte 

Se você tem carteira de habilitação, gosta de dirigir e vai para o trabalho de carro, pode utilizar essa ação ao seu favor. É só se cadastrar em algum aplicativo de transporte de pessoas como o 99 Pop ou Uber e pegar corridas para a sua rota. Isso porque com a atualização do aplicativo, antes mesmo de aceitar a corrida, o motorista consegue ver qual é a região de destino do passageiro. A Uber, por exemplo, pode descontar uma taxa que varia de 20% a 25% em cima do lucro da corrida. E, se você gostar da experiência, pode trabalhar como Uber nas horas vagas e garantir um dinheiro extra. No entanto, é importante calcular quanto você pretende gastar de gasolina, levar em consideração os quilômetros rodados com seu carro para ter certeza se o valor com o desconto que ganhará com as viagens será realmente uma renda extra que vale a pena. Por exemplo, um motorista que trabalha 10 horas por dia, de segunda a sábado, consegue tirar líquido entre R$ 2.000 e R$ 3.000. 

3 – Carona

Se você vai dirigindo para os seus compromissos e sempre tem vagas disponíveis no seu carro, que tal alugá-las? Existem aplicativos de caronas, em que as pessoas pagam um valor pela corrida. Um exemplo de aplicativo que disponibiliza esse serviço é o BlaBlaCar. Se você passa por cidades diferentes na sua rota, o aplicativo conecta essas pessoas para juntas dividirem os custos e sair mais barato para ambas. O BlablaCar cobra uma assinatura mensal dos usuários de R$ 9,90. E, visando proporcionar mais segurança para as mulheres, criaram o “Só para elas” parte do aplicativo exclusiva para motoristas e passageiras escolherem pegar carona só com outras mulheres.

4 – Alugue seu carro

Se dirigir não é a sua praia, mas vender seu carro também não será lucrativo, você pode colocar o automóvel para aluguel. Algumas plataformas na internet permitem que você disponibilize esse serviço, como o moObieOu seja, conecta quem tem o carro com quem precisa de um temporariamente. Geralmente, uma porcentagem de 20% é cobrada em cima do valor do aluguel, mas inclui assistência e seguro para roubo e colisões.

5 – Alugue um cômodo da sua casa ou algum outro imóvel

Aluguel é uma forma clássica e segura de renda extra. Se você não tiver um imóvel a parte para alugar, deve ter descartado logo de cara essa opção. Mas está cada vez mais comum pessoas alugarem um cômodo ou até um sofá de casa para turistas. Existem sites específicos para esse tipo de serviço, como o AirbnbÉ só se cadastrar gratuitamente. Além de uma renda extra, você pode ter experiências com pessoas de outras culturas e até conseguir vários sofás para te hospedarem no futuro ao redor do mundo. A plataforma costuma cobrar 13% em cima do valor subtotal da reserva. 

6 – Cuidar de cachorros

Além de se oferecer para passear com os cães dos vizinhos, você pode se cadastrar em plataformas para dar hospedagem aos animais, enquanto seus donos se ausentam para alguma viagem, por exemplo. Ser o lar de um animal por 15 dias, pode te dar uma renda extra de R$ 900 reais por mês. Entre as plataformas, existe a Dog Hero e a Pet Anjo. Além de ganhar dinheiro, você também vai conhecer e fazer vários amigos humanos e animais.

7 – Alugue sua vaga na garagem

Se não tiver carro ou se tiver uma vaga de garagem extra você pode alugar para algum vizinho. Você que define as regras e o valor, leve em consideração o bairro e a procura na região onde mora. Se não conhecer ninguém que queira alugar, existem sites na internet que oferecem este serviço como o ezPark, mas cobram taxa. 

8 – Itens feitos à mão

Se você sempre foi boa em “Do It Yourself”, que tal vender suas criações? Já existe um mercado forte que valoriza a produção manual e local. Por exemplo, você pode pintar um quadro com a sua família, ensinar crochê para os seus filhos, fazer artesanato com os amigos, sair com a família e registrar pontos turísticos para transformar em cartão postal e muito mais. Essas peças feitas a partir de uma intervenção manual têm um valor agregado mais alto, o que pode ser refletido na precificação. E, caso nunca tenha se arriscado nos trabalhos manuais, pesquisa no YouTube. Existem vários canais que ensinam, desde reformar itens da sua casa até criar novos do zero, como o da artista plástica Maddu Magalhães, que inclusive é expert em encontrar móveis jogados na rua e transformá-los em itens de decoração novinhos.

9 – Guia turístico

Uma forma de ganhar dinheiro rápido e ainda ter uma troca cultural é ser guia turístico. Além de aprender ainda mais sobre a história da sua cidade, você que escolhe a rota e o valor pelo seu serviço que pode ser divulgado pelos seus próprios amigos, recomendando-o a parentes e amigos que não conhecem sua cidade, ou você pode cadastrar o seu passeio turístico pelo olhar de uma moradora em sites como Airbnb, nesse caso, uma taxa será cobrada em cima do valor do passeio. E não se restrinja, toda cidade tem sua história e cultura. São Paulo, por exemplo, tem todo o centro histórico, a Catedral da Sé, diversos museus e exposições acontecendo todos os dias, estádio de futebol/museu, como o Pacaembu, e muito mais.

Seja dono do seu próprio negócio e ganhe muito dinheiro 

As ideias listadas anteriormente podem ser uma forma mais rápida de como conseguir dinheiro, mas talvez esse caminho não seja o que você realmente quer. O seu emprego está te proporcionando satisfação profissional? Você está feliz com a sua rotina atual? Senão, você pode estar sentindo esse fato ainda mais pesado se acredita que seu salário não corresponde a sua entrega. Então, uma boa saída, pode ser criar seu próprio negócio, virar seu chefe, ser dona do seu tempo, definir sua rotina e ainda ganhar mais dinheiro do que ganha hoje. 

Por exemplo, ao invés de fazer brigadeiros para vender, você pode pensar em montar um café, restaurante, ou escolher  alguma microfranquia para investir. Contudo, antes mesmo de você escolher a área que quer ingressar, reunimos algumas dicas importantes de como ganhar dinheiro e ser dono do próprio negócio. 

1- Dedicação 

Sua empresa vai precisar de dedicação diária e você precisa ir em busca de capacitações para ganhar dinheiro e tirar esse sonho do papel. O Sebrae oferece diversos cursos online, além de consultorias gratuitas em suas sedes. Entra no site deles para ver os cursos disponíveis e liga para marcar uma consultoria. Nesse caso, também é importante você procurar livros que abordem essa temática. Para te ajudar nesse momento, encontramos um vídeo de Raphael Mattos, empreendedor, fundador de uma das maiores microfranquias do Brasil e master franqueado de uma franquia americana. No vídeo, Raphael reúne os cinco livros que quem quer começar a empreender precisa ler. 

2 – Entenda todo o fluxo do negócio que quer montar

Se você estuda bem e entende o negócio que quer montar também facilita que você trace as estratégias para sair de uma crise, caso entre em uma. Se precaver e munir de diferentes ângulos e informações do seu negócio nunca é demais. 

3 – Vendas 

Não importa se você oferece um produto ou serviço. Em ambos os casos você precisa se vender bem. Hoje é importante ter uma apresentação efetiva e alinhada com sua missão no digital e ter um planejamento tátil de prospecções e estratégias para colocá-la em prática de forma precisa. É uma simples fórmula de “como ganhar dinheiro pela internet“. Por exemplo, um site e uma página no Instagram dedicados a apresentar o seu serviço ou produto e lhe diferenciar da concorrência. Os novos clientes aumentam seu faturamento e proporcionam um cenário mais promissor. 

Empreender é uma das formas de ganhar dinheiro 

Você se sentiu mais esperançosa ao imaginar que pode ser sua própria chefe e ganhar mais dinheiro? Então, está na hora de se aprofundar ainda mais no mundo do empreendedorismo. Pode ser que uma de suas angústias seja como montar uma empresa do zero, mas existem modelos de empreender que contam com baixo investimento e que você já tem um modelo mais seguro de negócio, as microfranquias. 

As microfranquias, segundo o Sebrae, são negócios replicados por meio do modelo Franchising e que exigem um investimento inicial inferior ao das franquias tradicionais. Contudo, mesmo sendo um investimento de um porte menor – existem franquias de sucesso que possuem um investimento inicial de R$ 10 mil – é possível obter um faturamento de uma franquia. Você pode optar por uma microfranquia, inclusive, em formato home based. Ou seja, você trabalha da sua casa. Nas próximas linhas você vai encontrar alguns modelos de microfranquias. São elas: 

1 – PremiaPão

Você já deve ter visto em algumas padarias da sua cidade publicidade em saquinhos de pão. Essa é exatamente a especialidade da PremiaPão, uma microfranquia home based, em que o franqueado consegue atuar nas vendas e distribuição das embalagens para padarias parceiras. Um diferencial é que a rede promove premiações para os consumidores, através de códigos promocionais presentes nas embalagens. Para saber mais sobre a PremiaPão, clique aqui.  

Investimento inicial: R$ 10 mil a R$ 20 mil
Taxa de franquia: R$ 10 mil a R$ 20 mil
Royalties: a partir de R$ 510
Faturamento médio: R$ 14 mil
Prazo de retorno: 2 a 3 meses

2 – Acquazero 

Trata-se de uma rede de franquias automotivas com serviço de lavagem ecológica de veículos, utilizando 300ml de água para a limpeza dos carros. Neste caso, as franquias podem ser instaladas em shoppings, hipermercados, concessionárias e a rede também disponibiliza para os futuros franqueados uma versão do negócio no formato home based, opção mais barata que funciona com atendimento delivery.

Investimento inicial: R$ 10 mil a R$ 198,6 mil
Taxa de franquia: R$ 5 mil a R$ 120 mil
Royalties: R$ 250 a R$ 1 mil
Faturamento médio: R$ 70 mil
Prazo de retorno: 3 a 24 meses

3 – Lien

Trata-se de uma franquia que oferece mais de 95 ramos de seguros. Entre as área de ação estão seguro de vida, automóvel, empresarial, transporte e muito mais. O modelo de negócio permite o trabalho no modo home based ou se o franqueado preferir, pode criar um escritório comercial.

Investimento inicial: a partir de R$ 10 mil
Taxa de franquia: variável
Royalties: 20%
Faturamento médio: variável
Prazo de retorno: 6 a 12 meses

Se você está pensando que ainda não tem esse capital para investir, assiste esse vídeo do canal de Raphael Mattos. Nele, ele listou as melhores nano franquias para investir com um capital de até R$ 25 mil, trabalhando home based.

Tenha foco

Escolheu o modelo de negócio que prefere para ganhar mais dinheiro e não precisar mais do seu chefe? Agora você vai precisar ter foco e acreditar no seu plano. Ficar mudando de ideia e pulando entre diferentes projetos podem te impedir de alavancar e fazer o seu negócio dar certo. Por isso separamos algumas dicas para você manter o foco na sua nova vida empreendedora. 

1 – Você realmente precisa estar 100% conectada?

As redes sociais e outros recursos onlines que facilitam a vida podem também te distrair. Por isso, quando você for montar um projeto ou trabalhar em algo importante se desconecte para ter toda a sua atenção voltada para o seu melhor rendimento na tarefa. 

2 – Crie métodos de concentração

Busque métodos que facilitem seu maior rendimento e te proporcionem maior foco. O método pomodoro foi criado em 1980, mas até hoje continua atual. Trata-se de uma técnica que divide o trabalho em períodos de 25 minutos, separados por breves intervalos. Encontre o método que mais se adapte a sua realidade!

3 – Organize suas tarefas

Organização é fundamental para que você execute suas tarefas com maestria. Não dá para perder uma ideia importante, e nem esquecer de alguma tarefa. Por isso, você pode organizar sua vida, utilizando desde Google agenda, até o Trello, ferramenta que permite organizar suas demandas por categorias, prioridades e tempo. 

4 – Entenda seu tempo

Descubra quanto tempo você leva para fazer cada tarefa necessária e a partir daí explore métodos para dinamizar e otimizar seu trabalho. Afinal, tempo é dinheiro. 

5 – Meditar

Muito tem se falado atualmente sobre meditação. Fato é que muitos estudos já mostram os benefícios da técnica milenar e muitos empreendedores de sucesso comentam que meditar ajuda a controlar a ansiedade e acalmar a mente. Você precisa nutrir uma mente serena para conseguir criar e otimizar os seus projetos.

Essas são algumas dicas para você tirar os sonhos do papel e dar o start na vida profissional que você deseja. Ainda tá na dúvida e quer pesquisar um pouco mais? Então, baixa o e-book gratuito da PremiaPão com os 7 passos que você precisa saber antes de investir. 

Categorias