fbpx

Negócio próprio ou franquia: Qual o mais interessante?

Negócio
Negócio

No mundo dos negócios, duas opções são indicadas para quem deseja empreender: por conta própria ou através de franquias. Com suas particularidades e vantagens, cada um consegue oferecer ao empreendedor uma oportunidade de investir em uma carreira profissional. Um levantamento realizado pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) em parceria com o Sebrae  mostra que apenas 3,7% das unidades franqueadas fecham nos primeiros dois anos, contra mais de 20% de micros e pequenas empresas convencionais.

Quando falamos em investir em uma marca própria, é necessário destacar as principais características desse negócio. Quem começa uma empresa do zero precisa saber como funciona o negócio independente. É necessário, por exemplo, ter capital para construir a imagem da marca no mercado. Além do fator financeiro, é necessário ter paciência para começar a obter os resultados. Logo, é fundamental estar disposto e preparado para construir uma credibilidade e importância em meio aos demais concorrentes. 

Em uma recente publicação realizada pela Exame, a advogada especialista em franchising, Melitha Novoa Prado, apresentou como funciona esses tipos de negócio. Clique no link para saber mais.

Quais são os custos e impactos

Em relação às franquias, por exemplo, alguns custos, como royalties, taxa de franquia e verba de marketing vão ser alguns itens indispensáveis. No entanto, elas conseguem proporcionar uma divulgação mais impactante por ser feita a partir de uma marca já conhecida. Além do mais, o impacto ainda costuma ser maior, pois o número de pessoas que tem acesso aquele produto ou serviço é mais abrangente.

Em busca de um negócio de sucesso

De volta para o negócio próprio, sabe-se que ao escolher começar sozinho – sem auxílio de uma franquia -, o empreendedor tem mais chances de continuar errando até obter êxito. Em muitos casos, se há uma falha é comum não saber ao certo onde está o erro. Então, essas tentativas costumam aproximar o empreendedor do sucesso. Mas, por outro lado, leva um tempo para conseguir aprimorar o serviço. Enquanto nas franquias esse prazo costuma ser otimizado, já que a marca já possui experiência e já passou por todo esse processo de tentativas. 

Diferenciais

Com o manual, o suporte e modelos de gerência de franquias, o período de consolidação da marca no mercado é menor. Por meio de todos os elementos, o franqueado consegue todo a devida assistência. Enquanto o tempo de maturação da franquia é de poucos meses, uma empresa leva de seis meses a um ano.  No caso do negócio próprio, o empreendedor possui total liderança, porém, ele não vai desfrutar do suporte oferecido aos franqueados. Nesse caso, o empresário perde ferramentas fundamentais oferecidas pelas franquias, como marketing, know-how operacional e gestão de suprimentos.